quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Meu bem


Oi, meu bem!
Já nem sei se te chamo assim
Como chamo a qualquer um
Que chega de manso em mim.

Oi, meu bem!
Teu lugar na minha cama esfriou
Hoje nem sei mais se estou
Tão disposta a fazer amor.

É, meu bem!
Me parece que o tempo passou
Que o que havia entre nós, caducou
E se esqueceu de nos avisar...

Ó, todo o bem no mundo não há
De sobreviver à ingratidão
Fica o medo de se entregar.

Bem, creio que já posso falar
Desconfio que o coração, sofrido...
Tenha desaprendido a amar.

2 comentários:

Verso Aberto disse...

no amor o coração é lagarteiro

e isso é bom e faz bem
rsrsrs

abs Macabea

Fred Caju disse...

Fazia um tempinho que não vinha aqui...