sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Mais amor, por favor!


O que você ganha
Quando julga, condena ou aponta o outro?
O que somos, senão, tão passíveis de erros quanto?
O que você ganha
Quando um pobre apanha?
Não sente sua dor, não te comoves, não te estranhas?
O que você ganha tendo mais que o irmão?
Um lugar melhor no céu, se vão tudo pro mesmo chão?
O que você ganha com tanta intolerância, tanta indiferença?
Não há maior violência do que deixar faltar:
Na mente, o saber. Na mesa, o pão. No peito, o amor e a indignação.
Faço então a minha oração: menos vitórias e derrotas.
Menos corridas e competição.
Faz favor, por amor! Mais amor, por favor!

2 comentários:

Aline Barra disse...

Amém!

Verso Aberto disse...

em dor
em arte

vou orar-te todo dia

amém também