sexta-feira, 2 de março de 2012

Umas palavras...


Eu tenho umas palavras
Guardadas aqui dentro
Que não sei dizer ao certo
O que elas querem dizer...
Tenho palavras certas para o pôr-do-sol,
Para banho de chuva,
E álbuns de recordações...
Mas, para você, as palavras que tenho
São essas que não sei dizer.
Porque não tenho o sentido delas:
Você o roubou assim:
Como me roubou o beijo
Como quem me roubou de mim.

Um comentário:

Raul Motta disse...

Receita de poesia: presentear a vida com as palavras que faltam.

Abraços, bons caminhos!