quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Las noches que no volverán



Esta noche no tiene sus ojos
No tiene su pelo, su sonrisa, sus manos ...
Esta noche no tiene el tango y ni la cerveza
Ni los mimos en la cabeza.
En la cama, la soledad.
Esta noche tendrá, si, ganas
De estar a cerca, estar dentro, transmutación:
La piel, el sudor y el desfrute,
De tocar cada parte
De los recuerdos que dejaste en mi cuerpo,
Pidiendo a quedar en mi corazón.

...........................................

Esta noite não tem seus olhos
Nem seu cabelo, seu sorriso, suas mãos...
Esta noite não tem tango e cerveja,
Nem mimos na cabeça.
Na cama, a solidão.
Esta noite tem vontade
De estar perto, estar dentro, transmutação:
De pele, suor e gozo,
De te tocar em cada vão
Das lembranças que deixastes em meu corpo,
Pedindo pra ficar em meu coração.

Um comentário:

Verso Aberto disse...


dentro da noite
nunca estamos sós