domingo, 26 de fevereiro de 2012

Sam(bar)

Eu não toco instrumento
Posso não ter vozeirão pra cantar
Mas, no pé tenho sentimento
Quando o samba se faz entoar

Não tenho a cor da mulata
Nem a beleza da rainha da bateria
Mas minhas ancas não se intimidam
Dou meu ritmo e minha energia

Meu coração acelera
Meu corpo responde a dançar
Uma só ordem impera:
Não posso parar de sambar!

2 comentários:

Cristiano Marcell disse...

É contagiante demais!

Anônimo disse...

E quando ela começa a sambar,
todos param para admirar.
Essa energia tem que continuar.
Pq você nasceu para brilhar!

hehehhee

;*