terça-feira, 3 de abril de 2012

Te dedico

Ouça a música que te dedico
E chore.
Chore de saudade,
Uma saudade boa
Que doa no peito:
Uma dor que te faça sentir
Vivo.
Viva, mas ouça a musica que te dedico
Todas as manhãs, quando acordo
E choro.
De uma falta tamanha
Que em meu peito arranha
E me faz saber que estou
Viva.
É só pensar em você...

Um comentário:

Verso Aberto disse...

amar é viver elegância

emocionado poema Macabea
abração