quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Sarita



"Ninguém pode julgar o que acontece dentro dos outros"

Preciso dizer que andei avulsa
Que andei tardia
Pelas noites que ia
Do amor, expulsa.

Preciso dizer que andei vadia
Que me causei repulsa
Pelos beijos que daria
Em tantas bocas, confusa.

Preciso dizer que me vistia
Do vestido mais curto
E pintava os olhos de preto

Pra não dizer que tinha medo
De ser pelo amor negada
E permanecer do amor, segredo.

Para tentar encontrar minha alma
Em um corpo que não era o meu.



2 comentários:

Aline Barra disse...

Preciso dizer que você e as palavras nasceram uma para a outra!

Beijos!

Macabea de La Mancha disse...

Ow, uma coisa dessas vinda de vc que tão bem usa as palvras... Obrigada pela generosidade que vc tem para com esta Macabéa!

Abração!