terça-feira, 25 de outubro de 2011

Instinto natural



Enquanto o medo
Te escurece a vista
A coragem te faz brilhar
O corpo dá sinal de estar vivo
Não se trata de perder ou ganhar
Não há coisa que exista
Que não haja o que conquistar

Um comentário: