domingo, 31 de julho de 2011

Poesia-passarinho

Foto: Antonio Pinto


Poesia guardada
é passarinho engaiolado:
não voa e
não cumpre a missão
de (en)cantar!

5 comentários:

Fred Caju disse...

Eles passarão,
Eu passarinho.


- Quintana

Macabea de La Mancha disse...

Outros tantos passarinho,
Muitos passarão

- Teatro Mágico

Mima disse...

Lindo poema, Macabea! Pois eu não ando inspirada... é que poesia é meio de vida, não é? Com ou sem inspiração, escrevo porque escrevo, como a respiração.

Beijos! (Saudade de vc tbm, mocinha!)

Aline Barra disse...

Adoro voar por aqui!! rs*

Macabea de La Mancha disse...

Adoro ter vocês por aqui! Obrigada, gente!

Bjos!